Compositor popular e escritor carioca (19/6/1944-). Francisco Buarque de Holanda nasce no Rio de Janeiro e é criado em São Paulo. Filho do historiador Sérgio Buarque de Holanda, entra para a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (USP) em 1963, mas não conclui o curso. Vence, em 1966, o 2o Festival de MPB da TV Record com a música A Banda.

No mesmo ano lança o primeiro LP, Chico Buarque de Holanda. Sua peça Roda Viva, escrita em 1967, é proibida pela censura após uma temporada teatral tumultuada. Perseguido pela ditadura militar, exila-se em Roma entre 1969 e 1970. Várias músicas suas, como Apesar de Você e Cálice, são proibidas.

 Por isso usa o pseudônimo Julinho da Adelaide para gravar Acorda Amor. A censura atinge também a peça Calabar em 1974.

Sua peça seguinte, Gota d''Água, consegue ser montada com sucesso. Chico Buarque é conhecido também por trilhas sonoras para filmes, entre elas a de Dona Flor e Seus Dois Maridos e Bye Bye Brasil. Depois de escrever o romance Fazenda Modelo, na década de 70, volta à literatura nos anos 90 com Estorvo, traduzido para várias línguas. Em 1999 lança o CD As Cidades.