Compositor e regente austríaco nascido na Boêmia (atual República Tcheca) (7/7/1860-18/5/1911). Influente compositor e um dos maiores regentes de orquestra do século. Nascido em Kaliste, estuda piano e composição no Conservatório de Viena e com 25 anos rege a Ópera de Praga.

Rege também a Ópera Real de Budapeste (1888) e a de Hamburgo (1891-1897), antes de ser diretor da Ópera da Corte em Viena (1897-1907). Passa os últimos anos de vida como maestro titular da Metropolitan Opera de Nova York (1908-1910) e da Filarmônica de Nova York (1910-1911).

Como compositor, deixa nove sinfonias, uma décima inacabada, baladas para piano e orquestra e algumas óperas. Suas sinfonias utilizam coro e solo vocal e são consideradas o pleno desenvolvimento do pós-romantismo.

A cantata Das Klagende Lied (1880), sua primeira obra pessoal, já apresenta as características de suas composições: referência ao folclore alemão, orquestração vigorosa nas descrições da natureza e melodia próxima da canção popular. Sua música exerce grande influência sobre compositores como Arnold Shoënberg e Alban Berg. Morre em Viena.