Nadador paulista (2/12/1972-). É o atleta com o maior número de medalhas da natação brasileira. Gustavo França Borges nasce em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, filho de um pecuarista e de uma professora. Um dia depois do nascimento se muda com a família para Ituverava, cidade em que fica até os 15 anos. Vai então para os Estados Unidos, onde se forma em economia na Universidade de Michigan, em 1997.

Gustavo Borges começa a nadar aos 9 meses de idade e passa a competir aos 10 anos. Em 1991 ganha cinco medalhas nos Jogos Pan-Americanos de Cuba, das quais duas de ouro. No ano seguinte conquista a medalha de prata nas Olimpíadas de Barcelona na prova dos 100 m nado livre.

Em 1993 bate dois recordes mundiais, nos 100 m e no revezamento 4 x 100 m nado livre. No Mundial da Itália, em 1994, consegue dois bronzes e, nos Pan-Americanos de Mar del Plata, em 1995, outras cinco medalhas. Nas Olimpíadas de Atlanta, em 1996, obtém mais uma medalha de prata, nos 200 m nado livre, e uma de bronze, nos 100 m nado livre.

Em 1997 é campeão mundial nos 200 m nado livre em Gotemburgo, na Suécia. No ano seguinte, após vencer várias etapas da Copa do Mundo, leva o Troféu Brasil, batendo o recorde mundial no revezamento 4 x 100 m nado livre. Em 1999, nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg, no Canadá, ganha mais cinco medalhas: três de ouro, uma de prata e uma de bronze. Torna-se então o atleta brasileiro com o maior número de medalhas nessa competição: 15 no total.