Pintor, escultor e desenhista francês (31/12/1869-3/11/1954). É um dos principais artistas do fauvismo. Nasce em Le Cateau, estuda direito em Paris e só começa a pintar com mais de 20 anos, por volta de 1890. Seus primeiros trabalhos retratam interiores ou são naturezas-mortas, no estilo de Cézanne.

É influenciado pelos pós-impressionistas e adota o fauvismo a partir de 1900, obtendo sucesso durante a exposição do Salão de Outono, na França. Sua teoria artística consiste em estudar separadamente cada elemento da obra - desenho, cores, valores, composição -, fazendo com que todos tenham a mesma importância.

O equilíbrio entre forma e fundo evolui pelo contato com a arte decorativa do Oriente Médio, durante viagens que faz ao Marrocos, após as quais passa a trabalhar com recortes e colagens. Entre suas principais obras estão Luxo, Calma e Volúpia (1907), O Aparador, Harmonia Vermelha (1908), Figura Decorativa sobre Fundo Ornamental (1927) e A Dança (1933).

De 1948 a 1951 dedica-se ao projeto arquitetônico e à decoração do interior da Capela do Rosário, em Vence, na França. Essa obra era considerada pelo artista seu trabalho mais importante. Três anos depois de concluir a tarefa morre em Nice.