O Método Hamburguês introduz uma simplificação nos cálculos de juros simples, quando há diversos valores de principal, aplicados por diversos prazos, à uma mesma taxa de juros.

Suponha que um aplicador tenha efetuado a movimentação mostrada no quadro a seguir, remunerada a juros simples de 12% ao ano. Considere o ano civil contendo 365 dias.

 

Datas Histórico D/C Saldo Dias Dias x saldo VP.i.n
15/01/2002 Depósito 100.000 100.000 11 1.100.000 361,64
26/01/2002 Saque (30.000) 70.000 18 1.260.000 414,25
13/02/2002 Saque (15.000) 55.000 15 825.000 271,23
28/02/2002 Depósito 40.000 95.000 5 475.000 156,16
05/03/2002 Saque (95.000) -   -  
      TOTAL   3.660.000 1.203,29

Observe que a última coluna mostra o valor dos juros simples, para os períodos em que cada valor de principal permaneceu aplicado. O primeiro depósito de $100.000 permaneceu inalterado por 11 dias. Logo, produziu juros de $361,64.

J = $ 361,54

E assim, sucessivamente. Os juros totais entre 15/01/2002 e 05/03/2002, seriam de $1.203,29.

Pelo método hamburguês basta multiplicar a soma do produto dos dias pelos saldos, pela taxa de juros diária de 0,0329% ao dia, obtendo-se o mesmo total:

J = $ 3.660.000 . 0,000329 = 1.203,29

No exemplo k = 4, sendo para t = 1:

VP = $ 100.000

n1 = 11 dias

VP x n1 = $1.100.000

Juros sobre o primeiro depósito

J1 = $ 1.100.0000 x 0,000328767 = $ 361,64


Fonte:


Fonte: http://www.vps.com.br/MatFin/jur1_3.htm