A Rússia rejeitou na quarta-feira (30/07) como “infundadas” as acusações de Washington de que violou o Tratado de Armas Nucleares de Alcance Intermediário (INF, na sigla em inglês), e disse ter suas próprias queixas contra os Estados Unidos a respeito do tratado.

“Acumulamos uma série de queixas contra os EUA no contexto do Tratado de Armas Nucleares de Alcance Intermediário. Isso inclui...a produção por norte-americanos de drones (aviões não-tripulados) armados, que ... entram na categoria de mísseis de cruzeiro terrestres, como definido no Tratado”, declarou o Ministério das Relações Exteriores russo em comunicado.

O ministério reagia às alegações de Washington de que Moscou infringiu o acordo de 1988.

A troca de acusações aconteceu em meio ao pior racha entre o Oriente e Ocidente desde o final da Guerra Fria, em consequência do papel russo na crise da Ucrânia e das sanções de EUA e União Europeia contra Moscou.

Leia mais no G1 Mundo