Aos jovens que desejam ser médicos

Aproximando-se o período de inscrições para os vestibulares, senti vontade de escrever-lhes algumas palavrinhas. Gostaria de poder contribuir para uma escolha um pouco mais consciente deste passo tão significativo.

Quem de nós já não ouviu a expressão “já não se fazem mais médicos como antigamente...” ?

Fico curiosa para saber por que os tais “médicos de antigamente” entraram em processo de extinção, sem que ninguém denunciasse tal fato. Nada contra o mico-leão dourado, mas seu risco de extinção é alardeado aos quatro cantos do país, e toda a sociedade é chamada a cumprir seu papel . Eu particularmente não sei o que fazer para salvar os miquinhos da extinção. Se alguém tiver uma ideia que me ajude, por favor.

Bem, voltemos ao nosso foco: Os médicos!

Por que será que estamos diante de uma situação tão paradoxal: de um lado o PACIENTE reclamando de maus serviços prestados, de uma total desatenção com suas queixas. Chega até mesmo a dizer que o médico sequer lhe dirigiu o olhar...

Por outro lado, a SOCIEDADE valorizando os homens de branco. Atribuindo a estes um poder bem próximo ao de Deus. Que incrível dicotomia!

E você, que médico(médica) quer ser? Muito provavelmente algum padrão de excelência deve passar por sua cabeça. Certamente você não vai admitir ser “mais ou menos” na sua profissão. Mas quando é que você pretende adquirir as habilidades mínimas para o exercício dessa tal qualidade? Nem venham me dizer que é quando entrarem na faculdade... Sermos pessoas melhores começa hoje e ainda assim uma vida vai ser curta para que consigamos chegar a isso. A faculdade vai priorizar sua formação técnica. A competência pessoal é tarefa exclusivamente sua. Que tal começarmos a faculdade de medicina naquelas matérias que não constam nas grades curriculares? Não consigo conceber a ideia de um bom médico que não saiba tolerar frustração. É inimaginável um bom médico que não tenha persistência de ideais.

“O que faz um médico não são seus conhecimentos de ciência médica . A ciência medica é algo que lhes é exterior e que ele leva consigo, como se fosse uma valise. Esses conhecimentos, qualquer pessoa pode ter. A alma de um médico não se encontra no lugar do saber, mas no lugar do amor. O médico é movido pela compaixão.Compaixão que nas origens etimológicas quer dizer ‘sofrer com o outro’. Toda pessoa que procura um médico está sofrendo. O paciente é aquele que sofre. Há sofrimentos dos mais variados tipos, das hérnias de disco e cálculos renais até a absoluta falta de apetite e tristeza. E aquela inexplicável dor na alma?????” (Rubem Alves)

Como entender alguém que diz sentir “um frio, que nada lhe  aquece o peito”?

Engana-se quem pensa que o mais difícil na rotina de um médico  é encarar a morte. Esta é uma contingência natural da condição humana! Vai acontecer sempre, mesmo que não haja falhas, mesmo que não a desejemos...

Mas o que dizer do sofrimento? Como amenizar as dores que remédio algum pode aplacar?

Portanto, meus queridos aprendamos a lidar com os nossos sentimentos muito antes de nos atrevermos a nos aproximarmos de um outro que anseia, sofre, duvida, espera, oscila...

Meu objetivo ao dirigir-lhes estas poucas linhas é o de levá-los a refletir se é esse caminho mesmo que desejam trilhar e principalmente se lhes é permitido sofrer porque a trilha é sinuosa, cheia de obstáculos.

Você se acha preparado para lidar com sofrimento? Como?

Um grande abraço, daquela que também escolheu dedicar a vida aos que sofrem,
Eliana Balena- Psicóloga


Produto para vender no Submarino

Últimas Notícias

IBGE prevê cerca de 1,5 mil vagas em concurso ainda em 2014

IBGE prevê cerca de 1,5 mil vagas em concurso ainda em 2014

Quinta, 14/08/14
O IBGE espera autorização do governo federal para realizar um concurso público, ... mais »
UFPB divulga edital oferecendo 16 vagas para docentes em João Pessoa

UFPB divulga edital oferecendo 16 vagas para docentes em João Pessoa

Quinta, 14/08/14
Os candidatos que desejarem realizar sua inscrição devem procurar a secretaria d... mais »
Ministério do Planejamento autoriza concurso com mais de 100 vagas para o INPI

Ministério do Planejamento autoriza concurso com mais de 100 vagas para o INPI

Quinta, 14/08/14
As 140 vagas à serem preenchidas são para os cargos de Pesquisador em Propriedad... mais »

Publique seu artigo

Utilize o espaço que o Algo Sobre disponibiliza para você professor, jornalista ou estudante divulgar seu trabalho com publicações no site.

Enviar agora