Vácuo

Vácuo significa ausência total de matéria, ou seja, líquidos, sólidos, gases ou plasma. O vácuo no entanto pode ser entendido de diversas formas, pois o vácuo absoluto, que realmente é a ausência total de matéria é apenas teórico, existindo no entanto a remota possibilidade de existir o vácuo absoluto em alguma galáxia distante. O nosso próprio sistema solar está preenchido na maioria das vezes por hidrogênio e outros gases. A pressão atmosférica tem o valor de 1 atm, e pressões abaixo destas já podem ser denominadas vácuo. Quando tratamos de vácuo no entanto, geralmente as pressões são indicadas em Torricelli(Torr), e 760 Torr equivalem a 1 atm. Vácuos denominados parciais são comumente encontrados em nosso dia a dia, como em latas contendo alimentos, embalagens plásticas de alimentos, entre as paredes de uma garrafa térmica, tubo de raios catódicos de uma televisão, etc. À pressão ambiente, o número de moléculas por cm3 é de cerca de 2,5x1019, e este número cai para cerca de 3,3x1013 para uma pressão de 10-3 Torr, sendo esta denominada pré-vácuo. Para uma pressão de 10-8Torr considerada alto-vácuo, temos um número de moléculas igual a 3,3x108, e para o denominado ultra-alto-vácuo temos cerca de 3,3 moléculas por centímetro cúbico.

O pré-vácuo compreende valores de pressão entre 10-3 Torr para cima, o alto-vácuo cobre o intervalo entre 10-3 e 10-8 Torr, e o ultra-alto-vácuo se inicia em 10-8 Torr até o vácuo absoluto. Da equação PV=T, podemos deduzir que à medida que a pressão é reduzida, a temperatura também o é. Este é um fato que pode ser comprovado através da análise do livre caminho médio de uma molécula em pressões diferentes. O caminho livre médio de uma molécula, é a distância que esta percorre antes de se chocar com outra molécula ou com uma das paredes do recipiente que a contém. Para uma molécula à pressão ambiente, o livre caminho médio corresponde a 10-5cm. Para uma pressão de 10-3 Torr, o caminho já aumenta para 7cm, e para uma pressão de 10-16 Torr o livre caminho médio é de 7x108km!!!, sendo que o número de colisões entre moléculas(desprezando as colisões com as paredes do recipiente) cai para uma colisão a cada 50 anos. A temperatura, segundo a teoria cinética dos gases, corresponde à energia cinética transferida devido ao grande número de choques entre moléculas e entre as moléculas e as paredes do recipiente que as contém. Esta relação de pressão com a temperatura levou os cientistas a tentarem obter um vácuo absoluto, o que permitiria então a obtenção do zero absoluto, já que nenhum choque cinético ocorreria, porém isto provou ser impossível. Existem vários tipos de bombas de vácuo na indústria e alguns tipos chegam até mesmo a serem comercializados em supermercados e através de telemarketing. Dependendo do vácuo que se quer obter, podemos usar várias bombas que vão desde uma simples aspiração de ar para nossos pulmões esvaziando uma bexiga e criando vácuo em seu interior até bombas como a de sorpção, a roots, a turbo molecular, a bomba de difusão, a de sublimação, a iônica e a criogênica, apresentadas aqui numa ordem crescente de poder de criação de vácuo. Foram criados também medidores para termos ideia do vácuo obtido, e cada medidor apresenta uma característica própria, e sua utilização depende apenas do vácuo a ser medido assim como da precisão requerida.

Os diversos medidores utilizados são o bourdon, o manômetro de mercúrio, o manômetro de óleo, o alfatron, o vacustat, o MacLeod, o Pirani, o termopar, o thermistor, o penning, o tríodo, o Bayard-Alpert e o magnetron, todos aqui também apresentados em ordem crescente de acordo com as respectivas capacidades de medição. A indústria alimentícia é uma das principais utilizadoras do vácuo. O vácuo permite que a água ferva a uma temperatura mais baixa do que a temperatura normal de ebulição da água, o que permite o processo de concentração de sucos de frutas e vegetais sem que a temperatura afete as qualidades destes. A criação de vácuo em embalagens plásticas e metálicas também permite um maior tempo de preservação de alimentos, já que o ar e as bactérias são retirados de lá. O mesmo processo ocorre durante a fabricação de vitaminas e antibióticos, o que evita a ocorrência de alterações químicas que ocorreriam a temperaturas mais altas. Os tubos a vácuo também permitiram grandes desenvolvimentos tecnológicos no inícios de nosso século, pois eles permitiam um aumento na potência de sinais elétricos enviados através deles.


Últimas Notícias

IBGE prevê cerca de 1,5 mil vagas em concurso ainda em 2014

IBGE prevê cerca de 1,5 mil vagas em concurso ainda em 2014

Quinta, 14/08/14
O IBGE espera autorização do governo federal para realizar um concurso público, ... mais »
UFPB divulga edital oferecendo 16 vagas para docentes em João Pessoa

UFPB divulga edital oferecendo 16 vagas para docentes em João Pessoa

Quinta, 14/08/14
Os candidatos que desejarem realizar sua inscrição devem procurar a secretaria d... mais »
Ministério do Planejamento autoriza concurso com mais de 100 vagas para o INPI

Ministério do Planejamento autoriza concurso com mais de 100 vagas para o INPI

Quinta, 14/08/14
As 140 vagas à serem preenchidas são para os cargos de Pesquisador em Propriedad... mais »

Publique seu artigo

Utilize o espaço que o Algo Sobre disponibiliza para você professor, jornalista ou estudante divulgar seu trabalho com publicações no site.

Enviar agora