Inicio seta Gramática seta Indicação de circunstâncias

Indicação de circunstâncias

Avaliação: 3.0 / 5 (2 votos)

Indicação de circunstâncias - relações de sentido - área semântica

(leitura baseada na obra do prof. Othon M.Garcia, Comunicação em Prosa Moderna)

Chama-se circunstância a condição particular que acompanha um fato. Um grupo de palavras pertence a mesma área semântica, quando elas, num determinado contexto, têm em comum um traço semântico que as aproxime.

Vou relacionar a área semântica de algumas circunstâncias, como de causa, consequência, fim, conclusão, já que essa área, através das relações de sentido, é bastante cobrada nos concursos e nas provas discursivas.

Circunstância de CAUSA

O processo mais comum de expressarmos as circunstâncias de causa é nos servirmos de conjunções adverbiais ou palavras que significam causa:

  • substantivos: motivo, razão, explicação, fundamento, desculpa e outros.
  • conjunções (e locuções): porque, visto que, pois, por isso que, já que, uma vez que, porquanto, na medida em que, como, etc.
  • preposições(e locuções): por, por causa de, em vista de, em virtude de, devida a, em consequência de, por motivo de, por razões de, à mingua de, por falta de, etc.

Circunstância de CONSEQuÊNCIA, FIM, CONCLUSÃO.

Se o fato determinante de outro é a sua causa, esse outro é a sua consequência. A consequência desejada é o fim (propósito, obstáculo), Verifiquem os exemplos seguintes:

  • Causa: Os motoristas fizeram greve porque desejavam aumento de salário.
  • Fim: Os motoristas fizeram greve para conseguir aumento de salário.
  • Consequência: Os motoristas fizeram tantas greves que conseguiram aumento de salário.

Atenção: Em sentido inverso, partindo-se da consequência, chega-se à causa. Observe:

Causa: Os motoristas conseguiram aumento de salário, porque fizeram greve.

Vocabulário semântico de consequência, fim e conclusão.

  1. FIM, PROPÓSITO, INTENÇÃO

  • substantivos: projeto,objetivo, finalidade, meta, pretensão, etc.
  • partículas e locuções:com o propósito de, com a intenção de, com o fito de, com o intuito de, de propósito,intencionalmente - além das preposições para, a fim de, e as conjunções afim de que, para que.
  1. CONSEQuÊNCIA, RESULTADO, CONCLUSÃO

  • substantivos: efeito, sequência, produto, decorrência, fruto, reflexo, desfecho, desenlace, etc.
  • partículas e locuções: pois, por isso, por consequência, consequentemente, logo, então, por causa disso, em virtude disso, devido a isso, em vista disso, visto isso, à conta disso, como resultado, em conclusão, em suma, em resumo, enfim

Modelos de questão

(AFC-STN/2005) Aponte a opção que identifica corretamente os fins e os meios a que se refere o autor do trecho abaixo,no cenário de futuro que ele antevê.

Em futuro não muito distante os cientistas poderão, por meio da engenharia genética, alterar genes nas células-tronco responsáveis por inúmeras doenças, e reimplantá-las no organismo, alterando o curso de doenças graves e intratáveis (doença de Parkinson, doença de Alzheimer, esclerose múltipla, diabetes e inúmeras outras doenças metabólicas), isto sem falar no câncer e nos defeitos congênitos. As questões éticas envolvidas nestas pesquisas são enormes. Cabe perguntar, antes de tudo, se os fins justificam os meios.

(Sérgio Abramof, "Ética e ciência", Jornal do Brasil, 19/03/2005)

a) Fins: cura de doenças intratáveis e incuráveis

Meios: questionamento das questões éticas envolvidas nas pesquisas de engenharia genética.

b) Fins: alterar os genes que causam doenças.

Meios: alívio do sofrimento humano.

c) Fins: manipulação de embriões humanos armazenados em clínicas de fertilização

Meios: alterar o curso de doenças incuráveis

d) Fins: clonagem de órgão humanos

Meios: substituir órgãos doentes por órgãos clonados sadios.

e) Fins: alívio do sofrimento humano

Meios: alterar genes nas células-tronco responsáveis por doenças e reimplantá-las no organismo.

Gabarito E

DICAS: caríssimos, essa questão pode ser resolvida tranquilamente, apenas entendendo o sentido de meios (forma utilizada) e de fim (objetivo).

A única possível dentre as alternativas propostas é a letra E. Justificativa: qual o meio utilizado : "alterar genes nas células-tronco responsáveis por doenças e reimplantá-las no organismo." Com que finalidade( quais os fins) "alívio do sofrimento humano"

(GEFAZ - MG - 2005) A questão seguinte tem por base o texto abaixo.

Para reduzir a distância do fosso que separa ricos e pobres tanto na capital quanto no país será preciso anos e anos de crescimento contínuo da economia e um amplo programa de educação e de geração de empregos nas periferias das grandes cidades. Se isso não acontecer, a tendência é de as diferenças sociais agravarem ainda mais a violência que já assola o país. Mas não adianta só crescimento econômico se as taxas de juros não caírem. É que a riqueza decorre da transferência de renda dos mais pobres, que pagam juros quando tomam empréstimo ou compram a prazo, para os mais ricos, que têm dinheiro de sobra para aplicar no mercado financeiro.

(Juro piora desigualdade. Correio Braziliense, 27 de março de 2005, com adaptações)

 Assinale a relação de causa e consequência que encontra fundamento na argumentação do texto.

a) CAUSA - crescimento contínuo da economia pela aplicação de sobra de dinheiro.

CONSEQuÊNCIA - geração de empregos nas periferias das grandes cidades.

b) CAUSA - crescimento contínuo da economia, programa de educação e geração de emprego nas periferias das grandes cidades.

CONSEQuÊNCIA - redução do fosso que separa ricos e pobres.

c) CAUSA - violência na periferia das grandes cidades.

CONSEQuÊNCIA - agravamento das diferenças sociais econômicas.

d) CAUSA - crescimento econômico

CONSEQuÊNCIA - queda das taxas de juros.

e) CAUSA - transferência de renda dos mais pobres, que pagam juros pelas compras a prazo para os mais ricos.

CONSEQuÊNCIA - sobra de dinheiro, com aumento de juros para as aplicações no mercado financeiro.

Gabarito: B

DICAS:  caríssimos, para resolver essa questão é necessária a leitura do texto, destacando as informações básicas a fim de conhecer a postura do autor. Em seguida, observar o que constitui causa de uma fato (por quê?, qual o motivo) e a consequência do fato (o que acontece em razão disso?). Pensando assim, conseguirão, em segundos, descobrir a resposta certa. Vejamos:   

Na alternativa B, ocorre exatamente essa relação:

b) CAUSA - crescimento contínuo da economia, programa de educação e geração de emprego nas periferias das grandes cidades.( o motivo, a razão)

CONSEQuÊNCIA - redução do fosso que separa ricos e pobres.(resultado, desfecho)

ATENÇÃO PARA ESTE TIPO DE QUESTÃO

(TRF-2005/2006) No texto abaixo, foram inseridos erros no que respeita ao emprego da norma gramatical padrão. Para eliminá-los do trecho, foram propostas seis alterações. Analise-as e responda ao que se pede.

O ministro da Controladoria Geral da União, Waldir Pires, escreveu uma longa carta a Oded Grajew, na qual reconhece que o Brasil ainda carece de ações preventivas no combate à corrupção. Diante de uma máquina estatal pouco transparente e que reage as tentativas de publicidade das suas ações, o País surpreende-se com os casos de corrupção, e só os descobre quando já são esquemas consolidados e milionários.

Waldir Pires afirma que vem mudando essa realidade. Criou o Portal da Transparência e o sistema de auditoria por sorteio, estabeleceu convênio para troca de informações com o Ministério Público, articulou-se com a Polícia Federal em diversas operações que a PF realizou nos últimos anos.

A carta do ministro para Oded, tornada pública, gerou uma segunda carta, dessa vez do presidente da União nacional dos Analistas e Técnicos de Finanças e Controle (Unacon), Fernando Antunes, que reconhece o desejo real da CGU de tornar o Estado brasileiro mais transparente. Consequentemente admite a existência de uma queda-de-braço entre setores do governo. Nem a todos interessa a publicidade dos atos governamentais.

(Adaptado de Rudolfo Lago, Correio Braziliense,24/10/2005)

Alterações propostas:

I - Usar o acento grave para indicar a ocorrência de crase na expressão " reage as tentativas" (l.6)
II - Alterar a configuração morfossintática do final do primeiro parágrafo para : só descobrindo-os quando já são esquemas consolidados e milionários.
III- Desenvolver a oração reduzida das linhas 17 e 18 na seguinte oração adverbial: quando se tornou pública.
IV - Substituir "Consequentemente (l.23) por Mas.
V - Reescrever a última oração do terceiro parágrafo assim: Não são todos que se interessam pela publicidade dos atos governamentais.

Indique a opção que relaciona apenas as alterações necessárias para eliminar os erros gramaticais do texto

a) I, IV e V
b) I,II,III e IV
c) I e IV
d) II e IV
e) III, IV e V

DICAS: caríssimos, pretendo chamar a atenção para determinadas palavras no comando das questões ou mesmo nas propostas para análise.

CUIDADO COM AS PALAVRAS : ERROS - ALTERAÇÕES PROPOSTAS PARA CORRIGI-LOS / SUBSTITUIÇÃO NECESSÁRIA PARA A CORREÇÃO DO PERÍODO / PODE / DEVE / É OBRIGATÓRIO / É POSSÍVEL / EXCETO,

Comentários da questão

*Proposta I - o verbo reagir é VTI, pede preposição e artigo , uma vez que seu complemento está flexionado no plural. Deve-se usar o acento grave de crase "reage às tentativas".

Proposta II - ao analisar o período integral, percebe-se que ocorre paralelismo sintático, portanto não é possível flexionar o verbo no gerúndio (descobrindo) uma vez que o verbo anterior está no presente (surpreende), ambos têm o mesmo elemento referencial o País, portanto, há quebra do paralelismo. Além disso, ocorre um erro de colocação pronominal; deveria ser usado a próclise, já que há palavra atrativa (advérbio - ). Observem:

"...o País surpreende-se com os casos de corrupção, e só os descobre..."

Proposta III - não há necessidade de desenvolver a oração reduzida - tornada necessária - tendo em vista que ela está correta.

Proposta IV - a substituição de "consequentemente" por mas é obrigatória, já que a sequência do texto estabelece relação de adversidade, não de consequência. Para se chegar a essa conclusão deve-se ler o texto com muita atenção.

Proposta V - a proposição de alterar a última oração pela opção dada, muda o teor, sentido do texto, senão vejamos: Não são todos que se interessam... não tem o mesmo sentido de "Nem a todos interessa..." muda totalmente o sentido do período.

GABARITO: C

Obs.: no comando da questão está dito que

"foram inseridos erros no que respeita ao emprego da norma gramatical padrão. Para eliminá-los do trecho, foram propostas seis alterações.  Houve falha no enunciado, pois foram propostas cinco alterações.

Outra questão perigosa

(AFC-CGU-2006) Assinale a substituição necessária para que o texto fique gramaticalmente correto.

O estudo da FGV atribuiu a queda da pobreza ao crescimento econômico do país e listou fatores como estabilidade da inflação, reajuste do salário mínimo, recuperação do mercado de trabalho, aumento da geração de empregos formais e, ainda, o aumento da presença do Estado na economia, com uma maior transferência de renda para a sociedade. O aumento da taxa de escolarização da população tem sido fundamental para a redução da desigualdade entre ricos e pobres. E há uma nova geração de programas sociais que está fazendo a sociedade brasileira enxergar que é preciso dar mais à quem tem menos, e entre os exemplos estão o Programa Bolsa-Família e o Programa de Aposentadoria Rural. A cobertura desses dois programas alcança os bolsões de pobreza das zonas mais distantes dos grandes centros, reduzindo bastante a miséria no país.

(Trecho adaptado de Em Questão , Subsecretaria de Comunicação Institucional da Secretaria-Geral da Presidência da República, n.379, Brasília, 30/11/2005)

a) "a queda" (l.1) por à queda
b) " como" (l.2) por tais como
c) "o aumento" (l.7 e 8) por a ampliação
d) "tem sido" (l.8 e 9) por vem sendo
e) "à quem" (l.12) por a quem

Comentários:

na alternat. A) "a queda" é complemento verbal-OD, sem peposição, sem crase.
na altern. B) não há necessidade de acrescentar "tais" o texto está correto.
na altern. C) "o aumento" é similar a a ampliação, não há necessidade de mudança.
na altern D) "tem sido" e vem sendo estão corretos, não há necessidade de alterar
na altern E) "à quem" nunca aceita o acento indicativo de crase. Obrigatoriamente há que se alterar, portanto essa justifica o comando da questão "Assinale a substituição necessária para que o texto fique gramaticalmente correto."


 

Simulados

Simulado com resolução/questões comentadas Com questões comentadas.
Existe conteúdo no site relacionado a este simulado. Com conteúdo relacionado no site. Simulados gratuitos para Vestibular, Enem e Concurso. Para manter um histórico de seus simulados, identifique-se antes.

Publique seu Artigo

Gostaria de ter alguns dos seus artigos publicados aqui no Algo Sobre?

Envie agora


MM - MMXIII © Algo Sobre Vestibular, Enem e Concurso
Quem somos | Feed | Cadastre-se | Anunciar | Release | Termos do Uso
Você está sendo registrado com suas credenciais do Facebook.