Inicio seta Redação seta O texto e sua intenção

O texto e sua intenção

Avaliação: 4.2 / 5 (9 votos)

Caríssimos, ao redigir é preciso considerar a intencionalidade do texto: há textos que se articulam basicamente como informação, dentre eles – informação publicitária, política, médica, profissional, esportiva, etc, e outros que têm a intenção de opinar, de manifestar um ponto de vista sobre algum fato, ideia etc (panfletos políticos até ensaios acadêmicos). Em síntese, podemos dizer que a informação é básica e a opinião é secundária, isto é, sem informação não há opinião sustentada. Querem saber um pouco mais? Leiam o texto a seguir.

O texto e sua intenção

Toda produção de texto, oral ou escrito, deve levar em conta os componentes básicos que participam das situações discursivas em geral: quem fala, para quem fala, com que intenção e, mediante esses elementos, como fala. Segundo Faraco & Tezza, em Oficina do Texto, escreve-se sempre com alguma intenção. Todos sabemos sobre o que escrevemos, qual o assunto; mas o mais importante é saber qual a nossa intenção ao escrever um assunto qualquer. De acordo com a nossa intenção, toda a estrutura do texto se modifica: seleção do vocabulário, extensão da sentença, organização dos parágrafos etc. Intuitivamente, sabemos que a cada intenção corresponde um certo gênero de linguagem.

Texto Informativo

ULSAN –Quando menos esperava, o meia Ricardinho, do Corinthians, realizou seu sonho profissional. Tornou-se o 24º jogador convocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo da Coréia do Sul e do Japão. O corintiano substituiu o volante, e até então capitão, Emerson, cortado por causa de uma luxação no ombro direito. Deve chegar a Ulsan na madrugada de terça-feira, horário do Brasil. Embora não tivesse a mesma promoção e repercussão de Romário, a ausência de Ricardinho da lista dos atletas que estariam no Mundial foi bastante questionada. A boa fase no Corinthians, coroada com duas importantes conquistas – o Torneio Rio- São Paulo e a Copa do Brasil -, o colocavam como um dos nomes mais cogitados para estar na Ásia. Pelo time do Parque São Jorge já jogou 252 vezes e marcou 63 gols. (O Estado de S.Paulo, 3/6/2002)

Esse texto tem a clara intenção de informar o leitor. O texto de informação trabalha sempre com fatos: quem faz o quê, onde, quando, etc. Jornais, revistas e noticiários estruturam-se basicamente com informações e é variada a linguagem desses textos. É uma típica notícia de jornal: o texto com a vida mais curta que existe (em questão de horas já está velho). A notícia diária conta com uma certa base informativa do leitor; o fato de a notícia acima dizer respeito à Copa do Mundo – um tema de presença absoluta no Brasil durante os jogos- não é preciso explicar tudo com detalhes, supõe-se que o leitor já esteja familiarizado com o assunto.

Mãos à obras

Vamos exercitar um pouco?

a) Assinale que momento do texto nos revela que estamos diante de uma notícia de jornal.
b) Assinale quantas informações há no texto além do motivo básico da notícia (Ricardinho substituiu Emerson na seleção brasileira).

Texto de Opinião / Argumentativo

A face da medicina brasileira que temos hoje é tão monstruosa que já provoca o sentimento de que as doenças seriam menos perniciosas se ela não existisse. Esse sentimento não tem base científica, mas o fato é que ele existe. Fala-se no mundo todo em sistemas de saúde e política de saúde, que pressupõem, por definição, complexidade organizacional, objetivos sociais, estratégias de execução e análise evolutiva para eventuais correções do curso. Tudo isso sem esquecer o objetivo a ser atingido. No Brasil, não temos sistema nem política de saúde. Não há objetivo definido, por isso é fácil esquecê-los. Há uma complexidade desorganizacional que atende a outros interesses. Centenas de estratégias de execução são realizadas em microuniversos isolados, mas por não formar um todo coerente acabam antagonizando-se e anulando-se.(...) . No Brasil, opera-se menos da metade dos pacientes que se pode operar, e opera-se mal. Enquanto isso, há gente que poderia ser salva, mas morre sem conseguir sequer um diagnóstico. Não interessam ao doente que vai morrer por falta de socorro médico as razões dessa falta. (Francisco J. de Moura Theóphilo. VEJA, ed. 1346)

Esse texto tem uma intenção diferente: dar uma opinião sobre a crise da medicina brasileira, apresentando argumentos em defesa de um ponto de vista. Este também é um tipo de texto muito frequente. Enquanto o texto de informação é mais descritivo (O técnico vai trocar esse jogador por aquele...), o texto de opinião é mais argumentativo (isso acontece porque acontece aquilo, mas...)

Lembrete importante: um grande número de textos cumpre as duas funções: ao mesmo tempo que informam, emitem opiniões sobre as informações.

Testes de concurso

Como é, concursandos, pensam que vão ficar apenas lendo, sem “carregar pedra”? Nada disso, usem a cabeça e respondam às questões seguintes.

(TJ-Pr)Texto

Quem tem medo do Absinto

Em outras eras, o absinto era considerado um demônio verde das artes, capaz de levar ao delírio escritores e artistas em geral. Mas sabe qual é a base do absinto? Pois é losna, aquela mesma das nossas melhores hortas. Claro que, para chegar ao absinto de antigamente, a nossa boa e velha losna, na espécie chamada Artemísia absinthum, tinha que passar por misturas e formulações com outras ervas. O resultado era uma bebida de altíssimo teor alcoólico, chegando a uns incendiários 75 graus. Tudo isso para dizer que a Dubar elaborou e está lançando no Brasil um aperitivo de absinto, o Lautrec, igualmente expressivo, mas bem mais maneiro (53,5 graus) que o seu controvertido avô. Na nova composição, os vegetais aromáticos que se unem à nossa losna passam por uma destilação cuidadosa e, posteriormente, por uma retificação dos elementos indesejáveis. No mais, é o lendário absinto, carregado de história e de um verde sonhador. (Ícaro, abril de 2001)

01. Segundo o texto, é correto afirmar:

a) O absinto de antigamente, muito consumido por escritores e artistas, era, ao contrário do de hoje, alucinógeno.
b) Diferentemente do absinto de antigamente, o de hoje é misturado com vegetais.
c) Pelo processamento diferente, o absinto de hoje, ao contrário do de antigamente, tem cor verde.
d) O absinto de antigamente, ao contrário do de hoje, era produzido a partir de uma erva caseira e, por isso, não produzia efeitos adversos.
e) n.d.a

02. Cada tipo de texto se caracteriza por uma intenção predominante. Em relação ao texto acima, é correto caracterizá-lo como:

a) Opinativo: a intenção é apresentar uma série de argumentos para avaliar a bebida.
b) Informativo: a intenção é dar informações sobre o processamento da bebida.
c) Publicitário: a intenção é apresentar os atrativos da nova bebida.
d) Instrucional: a intenção é o modo como se faz a nova medida.
e) n.d.a.

03. Que passagem do texto permite inferir que havia alguma objeção ao antigo absinto?

a) é o lendário absinto
b) a velha losna (...) tinha que passar por misturas
c) o seu controvertido avô
d) mas bem mais maneiro.
e) n.d.a.

Gabarito

01- A / 02 –C / 03 - C


 

MM - MMXIII © Algo Sobre Vestibular, Enem e Concurso
Quem somos | Feed | Cadastre-se | Anunciar | Release | Termos do Uso
Você está sendo registrado com suas credenciais do Facebook.