Inicio seta Biologia seta Divisão Celular

Divisão Celular

Avaliação: 3.9 / 5 (31 votos)

Definição de Divisão Celular

A divisão celular é um processo pelo qual as célula (unidades básicas da vida) se reproduzem e não só, originando duas ou mais células filhas semelhantes à célula materna ou progenitora. A capacidade de divisão celular é variado em relação ao tipo de célula e a sua função.

Todos os organismos uni. ou pluricelular têm a capacidade de se reproduzirem para a manutenção da espécie, logo tudo isso tem um começo, que é a divisão celular que é a perpetuação da vida.

Nos seres eucariontes a divisão celular divide-se em duas etapas distintas:

- mitose que é o processo universal de divisão.
- citocinese que é divisão do citoplasma em células filhas.
- interfase que é um período de intensa actividade e síntese de crescimento.

Função da Divisão Celular

A divisão celular tem como função (através da sua capacidade metabólica)

a manutenção da vida enquanto conseguir(uma célula dá origem a uma outra célula). Através desta divisão as células-filhas terão pelo menos metade ou mesma quantidade de material genético da mãe onde há uma hereditariedade através da reprodução ou divisão celular normal ou tem como função e com fidelidade passar o programa genético de uma geração celular para a geração seguinte(a cromatina da célula mãe, é replicada ou separada recebendo as células filhas uma quantidade do DNA da mãe).

Tem como função também a reconstituirão celular, crescimento e desenvolvimento dum pluricelular por exemplo através dum zigoto unicelular.

A divisão pode ter diferentes velocidade nos diferentes tecidos celulares com diferentes funções.

Tipos de Divisão Celular

Na natureza encontramos dois tipos de divisão celulares similares:

A mitose que as células filhas terão a mesma quantidade de cromossomas replicadas em dois possuindo um numero diploide(2n) que são células somáticas, e a meiose que dividem-se a quantidade de cromossomas pelas células filhas que possuem um numero haploide de cromossomas (n).

Utilizam ambas a citosinese que é a separação parcial em dois o citoplasma da célula-mãe e que está sempre acompanhada com a divisão celular. Na célula animal esta divisão origina duas células filhas separadas ou individualizadas entre si.

Podemos encontrar também a amitose (divisão directa) ou cissiparidade caso pouco frequente na natureza vê-se na divisão do macromucleo da paramécia.

Células Eukarióticas e as Diferenças

Na célula vegetal forma-se uma parede celular(característica deste tipo de célula)na região equatorial entre as duas células filhas.

Essas são as diferenças entre as divisões celulares de diferentes tipos de células eucarioticas que possuem diferentes pares de cromossomas (hommo sapiens sapiens 23 pares de cromossomas 46 cromossomas(fenotipo do homem e que normalmente têm um numero diploide de cromossomas) em todas células do homem excepto as células reprodutoras que possuem 23 cromossomas(que por meiose têm um numero haploide de cromossomas em cada gâmeta tem um numero homónimo de cromossoma e que quando cruzam unicelularmente e dão um fenotipo de 46 cromossomas e que por divisão celular sucessivas dão milhares de células que constitui um ser pluricelular, ex: homem.

Assim acontece em diferentes seres com diferentes números de cromossomas.

Cromossomas são filamentos de cromatina do núcleo que estão num estado condensado tornando-se por isso mais visíveis através da coloração.

É caracterizada por ser uma unidade morfológica e fisiológica de cromatina que contem material ou a informação genética, e é constituído por um centrómero que é uma constrição primária e pode o cromossoma ser constituído por cromatideos que são parecidos com lobos separados pelo centromero e pode o cromossoma adquirir várias formas.

Processo de Divisão Celular

Primeira fase PRÓFASE é a fase preparatória onde os centriolos da células tendem a separar para os polos do núcleo e os cromossomas começam a organizar-se ou individualizarem-se e condensar-se no núcleo que aumenta de tamanho devido ao desaparecimento do ínvulcro do núcleo e forma-se microtubulos ou fibras proteicas em várias zonas que é a síntese do fuso acromático e de outros fusos. Na mitose as cromossomas são poucos visíveis, não forma quiasmas, nem crossing-over e na meiose vice-versa com a formação de pares homologas de cromossomas.

Ilustração

E uma fase relativamente longa na mitose.

Segunda fase METÁFASE os cromossomas continuam a organizar-se e movimentar-se e os cromatídeos já são visíveis perfeitamente e o fuso já está formado e depois de sucessivos movimentos os cromossomas pela acção dos fusos estes começam a movimentar-se para o centro num plano intermédio do fuso ou equidistantes dos centriolos nos polos onde os cromossomas imobilizam-se bruscamente e começam a formar uma figura ou placa intermédia no equador da célula(placa equatorial)e os centrómeros dos cromossomas estão presos aos fusos acromáticos e termina esta fase.

Nesta fase se for mitose os cromossomas colocam no equador pelos seus centrómeros e se for meiose colocam-se pelos pontos de quiasmas.

E a fase mais curta da divisão celular em termos de tempo.

Na terceira fase ANÁFASE pela força dos fusos agarrando os cromossomas esses vão separar em sentidos opostos através dos seus centromeros e com os braços dos cromossomas em direcção aos respectivos polos vão ter uma ascensão polar e formando duas células filhas ou conjunto idênticos com rigorosamente mesmas quantidades de cromossomas que é acompanhada com a desintegração dos microtubolos incluindo os fusos acromáticos.

Se for mitóse á a rotura do cromossoma no centrómero formando duas células filhas, e se for meiose á uma separação dos homólogos(cromossomas com dois cromatídeos)e não separando os cromatideos em dois como na meiose. Aqui divisão dos centromeros e separação dos cromatideos não é a nesta coisa ou seja acontecem em momentos diferentes

Esta é a fase mais rápida da divisão celular.

A quarta e ultima fase é a TELÓFASE inverso da prófase nas transformações observadas, começa quando os cromossomas chegam nos polos e começa a descondensação(o cromatídeo das células filhas começam a aparecer desenrolando ficando cada vez mais compridos e acabando por ficar indistintos)e a membrana celular começa a reconstituir-se(provavelmente a partir dos elementos do retículo)e reorganiza os nucleolos e o núcleos das duas células-filhas diploides com os seus respectivos centriolos que já se encontravam nos polos da célula-mãe. Todo esse fase é acompanhada pela citósinese(separação parcial do citoplasma em duas partes distintas numa célula animal o que não acontece na célula vegetal onde forma uma parede no equador). Se for na mitose as celulas-filhas possuem o mesmo numero de cromossomas da célula mãe(em células haploides e diploides), e se for meiose as células filhas terão metade do numero de cromossomas da mãe no ultimo telófase originando esse em compensação quatro células-filhas haploide porque a primeira ascensão aos polos dos cromossomas não é acompanhada pela rotura da cromossoma em dois. Esta fase é relativamente longa, o mesmo da prófase.

Ciclo de Vida de uma Célula

A fase seguinte a mitóse ou meiose vem a citocinese depois a interfáse

e assim sucessivamente vai descrevendo um ciclo ciclico como quase tudo na vida assim este ciclo recebe o nome de celular.

Descrevendo as fases do ciclo vamos ter:

1- Interfase que é a fase que não á divisão celular, das células filhas e o riticulo e as mitocôndrias desenvolvem-se e o citoplasma retoma a sua actidade normal. Esta interfase é de intensa actividades metabólicas de síntese e crescimento da célula que produz materiais necessários á sua vida para fente. Esta fase ocupa cerca de 90% de tempo do ciclo celular.

2 - Mitoses são as fases de divisão celular descritas acima, envolve a separação dos cromatideos e a distribuição de cromossomas da mãe para as filhas, consome-se muita energia nesta fase.

3 - Citocinese que é o processo de distribuição e divisão do citoplasma e do núcleo da célula-mãe pelas células-filhas individualizadas e uma parede se for vegetal.

Resumindo este ciclo podemos dividir a interfáse em três fases: G1, S, G2.

G1 é logo a seguir á citocinese e o metabolismo celular é elevado, formando-se organitos celulares como proteínas, ribossomas, e síntese de ARN e a célula aumenta de volume

S vai dar a replicação do DNA e no fim desta fase todas as cromossomas é constituído por dois cromatideos com o seu respectivo centriolo.

G2com as mesmas características metabólicas, é o inverso da G1 e que prepara a célula para a divisão celular.

A divisão celular a fase mitódica é caracterizado por uma fase M.

M é a mitose e/ou meiose caracterizada pela divisão nuclear onde ocorre quatro fases: prófase, metáfase, anáfase, telófase.

O citocinese é caracterizada pela divisão da célula materna em dois e compreende a fase C.


Comparação entre os processo de divisão celular

Mitose Meiose
- Resulta em duas células geneticamente iguais- Resulta em quatro células geneticamente diferentes
- Não há redução do número de cromossomos- Há redução do número de cromossomos
- Não há permuta gênica entre cromossomos homólogos- Normalmente ocorre permuta gênica entre os cromossomos homólogos
- Ocorre em células somáticas- Ocorre em células germinativas
- A duplicação do DNA antecede apenas uma divisão celular- A duplicação do DNA antecede duas divisões celulares
- Uma célula produzida por mitose, em geral, pode sofrer nova mitose- Uma célula produzida por meiose não pode sofrer meiose
- É importante na reprodução assexuada de organismos unicelulares e na regeneração das células somáticas dos multicelulares- É um processo demorado (podendo, em certos casos, levar anos para se completar)
- Não há redução do número de cromossomos- Há redução do número de cromossomos

É fundamental saber comparar a mitose e a meiose. Algumas doenças resultam de alterações nesses tipos básicos de divisão celular. A síndrome de Down, por exemplo, é provocada por erros na divisão celular que podem ocorrer durante a formação dos gametas ou na divisão do zigoto.

A mitose ocorre em todas as células somáticas do corpo e, por meio dela, uma célula se divide em duas, geneticamente idênticas à célula inicial. Assim, é importante na regeneração dos tecidos e no crescimento dos organismos multicelulares. Nos unicelulares, permite a reprodução assexuada.    Já a meiose só ocorre em células germinativas, com duas divisões sucessivas. A célula-mãe se divide em duas, que se dividem de novo, originando quatro células filhas com metade dos cromossomos da célula inicial: são os gametas, geneticamente diferentes entre si.

Dessa forma, a meiose tem papel fundamental na reprodução sexuada. E não se esqueça: durante a meiose normalmente há troca de genes entre cromossomos homólogos, o que aumenta a variabilidade gênita da espécie. Vale ainda lembrar que a mitose e a meiose apresentam quatro fases características: prófase, metáfase, anáfase e telófase, com formação de fuso protéico e condensação dos cromossomos. Nos dois casos, a duplicação do DNA antecede as divisões celulares.

Tópicos Abordados

  • o que é a reprodução celular;
  • o que é divisão celular;
  • fases da divisão celular;
  • o que é mitose;
  • o que é meiose;
  • o ciclo celular;
  • célula núcleo;

Referências

1 - BIOLOGIA (Helena Curtis) 2º edição pag. 139 - 147.
2 - BIOLOGIA Ciência da vida 10º Ano (Amparo Dias Da Silva, Fernanda Gramaxo, Jorge Mesquita, Maria Ermelinda Santos, Otília Cruz) 2º Edição e ultima edição.


 

Simulados

Simulado com resolução/questões comentadas Com questões comentadas.
Existe conteúdo no site relacionado a este simulado. Com conteúdo relacionado no site. Simulados gratuitos para Vestibular, Enem e Concurso. Para manter um histórico de seus simulados, identifique-se antes.

Publique seu Artigo

Gostaria de ter alguns dos seus artigos publicados aqui no Algo Sobre?

Envie agora


MM - MMXIII © Algo Sobre Vestibular, Enem e Concurso
Quem somos | Feed | Cadastre-se | Anunciar | Release | Termos do Uso
Você está sendo registrado com suas credenciais do Facebook.