Cineasta inglês naturalizado norte-americano (13/8/1899-29/4/1980), considerado o mestre do filme de suspense. Nascido em Londres, de família católica, recebe uma educação rígida. Estuda engenharia e começa Pressione TAB e depois F para ouvir o conteúdo principal desta tela. Para pular essa leitura pressione TAB e depois F. Para pausar a leitura pressione D (primeira tecla à esquerda do F), para continuar pressione G (primeira tecla à direita do F). Para ir ao menu principal pressione a tecla J e depois F. Pressione F para ouvir essa instrução novamente.

Título do artigo: Alfred Hitchcock

por:

Cineasta inglês naturalizado norte-americano (13/8/1899-29/4/1980), considerado o mestre do filme de suspense. Nascido em Londres, de família católica, recebe uma educação rígida. Estuda engenharia e começa a trabalhar no cinema fazendo legendas para filmes mudos, em Londres. Em 1923 passa a escrever roteiros e a atuar como assistente de direção. Faz seu primeiro filme, The Pleasure Garden, em 1925.

Alfred Hitchcock No ano seguinte, dirige o primeiro suspense, O Pensionista. Em 1939 muda-se para os Estados Unidos (EUA) a convite do produtor David Selznick. Seu primeiro trabalho na América, Rebecca, a Mulher Inesquecível (1940), ganha o Oscar de melhor filme. São típicas de seu estilo as tramas de espionagem, mistério e suspense. Exemplos de seus melhores filmes - em que costuma aparecer, entrando e saindo rapidamente de cena - são Interlúdio (1946), Festim Diabólico (1948), Janela Indiscreta (1954), Um Corpo Que Cai (1958) e Os Pássaros (1963), produção mais cara de Hitchcock, graças aos efeitos especiais usados nas cenas de ataque dos pássaros aos habitantes de um lugarejo.

Em Psicose (1960), é responsável por um momento clássico do cinema de suspense, o assassinato no chuveiro. No final da década de 50, dirige o seriado de TV Alfred Hitchcock Presents. Pouco antes de morrer, aos 80 anos, é agraciado pela rainha Elizabeth II da Inglaterra com o título de sir.