O aluno que pretende cursar Engenharia Cartográfica precisa gostar das Ciências Exatas, ser muito dedicado ao que faz e, além diss...Pressione TAB e depois F para ouvir o conteúdo principal desta tela. Para pular essa leitura pressione TAB e depois F. Para pausar a leitura pressione D (primeira tecla à esquerda do F), para continuar pressione G (primeira tecla à direita do F). Para ir ao menu principal pressione a tecla J e depois F. Pressione F para ouvir essa instrução novamente.
Título do artigo:

Engenharia Cartográfica

97

por:

Perfil Profissional

O aluno que pretende cursar Engenharia Cartográfica precisa gostar das Ciências Exatas, ser muito dedicado ao que faz e, além disso, saber trabalhar em equipe. Uma vez que o profissional desta área usa sistemas e tecnologia que estão em contínuo desenvolvimento, é necessário que tenha uma sólida formação básica e que consiga se manter atualizado. A atividade mais exercida é a de mapeamento, ou seja, a elaboração de bases cartográficas, fundamentais no planejamento, elaboração e execução de qualquer projeto de engenharia, bem como a organização de cadastro técnico multifinalitário. Além disso, o egresso tem como campo de atuação a área de geoprocessamento, onde atua na elaboração e manutenção de banco de dados geográficos.

Mercado de Trabalho

As atividades de mapeamento exigem que o engenheiro cartógrafo atue em áreas como Topografia, Geodésia, Fo­to­grametria, Sensoriamento Remoto, Cartografia e Sistema de Informação Geográfica (SIG).

IlustraçãoUm dos pontos positivos é que o mercado de trabalho está em alta, principalmente devido ao georreferenciamento de imóveis rurais, bem como à necessidade da manutenção e constante atualização de bases cartográficas, fundamentais na elaboração e execução de qualquer tipo de projeto de engenharia. Essas bases, aliadas ao cadastro técnico multifinalitário, são fundamentais para as atividades de planejamento dos governos federal, estadual, municipal (Plano Diretor, Estatuto da Cidade, por exemplo) e de empresas privadas, envolvendo as mais diversas atividades, que vão desde a infraestrutura até a arrecadação de impostos.

Outro ponto importante é que o engenheiro cartógrafo é o profissional habilitado para a geração de infraestrutura geoespacial, que é a área que crescerá exponencialmente nos próximos anos. Exemplos de uso destas tecnologias são os sistemas de navegação em automóveis, os sistemas de buscas geo­es­pa­ciais na Internet e os sistemas de vi­sua­li­zação geoespacial em rede, como o GoogleEarth.

Matérias

- Administração e Organização de Empresas de Engenharia
- Álgebra Linear
- Cálculo I
- Economia de Engenharia
- Estabilidade de Estruturas Geodésicas
- Expressão Gráfica
- Física
- Geologia e Geoquímica
- Geometria Analítica
- Geometria Analítica
- Programação aplicada à Engenharia Cartográfica
- Antropologia Cultural
- Geografia Social e Econômica do Brasil
- História da Geodésia e Cartografia