Pintor, escultor, arquiteto, engenheiro, cientista, inventor e escritor italiano (15/4/1452-2/5/1519). Reconhecido, ao lado de Michelangelo, como o maior nome do Renascimento.  Pressione TAB e depois F para ouvir o conteúdo principal desta tela. Para pular essa leitura pressione TAB e depois F. Para pausar a leitura pressione D (primeira tecla à esquerda do F), para continuar pressione G (primeira tecla à direita do F). Para ir ao menu principal pressione a tecla J e depois F. Pressione F para ouvir essa instrução novamente.

Título do artigo: Leonardo Da Vinci

por:

Pintor, escultor, arquiteto, engenheiro, cientista, inventor e escritor italiano (15/4/1452-2/5/1519). Reconhecido, ao lado de Michelangelo, como o maior nome do Renascimento. Nasce em Vinci, perto de Florença, e inicia-se nas artes em 1466, como aprendiz do pintor e escultor florentino Andrea del Verrocchio.

Entre 1482 e 1499, já formado nas técnicas da pintura, vive em Milão, onde pinta o famoso afresco A Última Ceia (1495-1497) na parede do refeitório do Mosteiro de Santa Maria della Grazie. Nesse período, estuda perspectiva, ótica, proporções e anatomia e faz um projeto urbanístico para a cidade, com rede de canais e sistemas de esgoto e abastecimento de água.

Leonardo Da VinciDe volta a Florença, pinta a Mona Lisa (1503-1506), sua obra mais famosa. Entre 1513 e 1517, vive em Roma, desentende-se com o Vaticano por causa de intrigas e resolve juntar-se à corte do rei francês Francisco I. Defende a supremacia da pintura sobre todas as outras artes no livro teórico Tratado da Pintura.

Nos estudos científicos, antecipa muitas descobertas e invenções modernas, como o helicóptero e o pára-quedas. A arte de Da Vinci influencia toda a história da pintura. Sua obra ultrapassa o pensamento medieval, dominado por valores religiosos, e coloca o homem no centro da criação.