Conteúdo programático gratuito para vestibular, enem e concursos públicos. Videoaulas, resumos e download de livros para vestibular, biografias, guia de profissões, simulados comentados. Sistema de apoio à escuta sem necessidade de leitor de tela.Pressione TAB e depois F para ouvir o conteúdo principal desta tela. Para pular essa leitura pressione TAB e depois F. Para pausar a leitura pressione D (primeira tecla à esquerda do F), para continuar pressione G (primeira tecla à direita do F). Para ir ao menu principal pressione a tecla J e depois F. Pressione F para ouvir essa instrução novamente.

Título do artigo: Max Bill

por:

Escritor e pintor suíço (22/12/1908-9/12/1994). Populariza o conceito de arte concreta, proposto pelo artista Van Doesburg, em 1930, para contrapor à expressão arte abstrata. Nasce em Winterthur e cresce interessado em trabalhar com ourivesaria de prata.

Estuda na Escola de Artes e Ofícios de Zurique, de 1924 a 1927, na qual conhece o trabalho do arquiteto Le Corbusier. A admiração pelo arquiteto o incentiva a fazer arquitetura na Bauhaus, de 1927 a 1929. Em 1930 monta o próprio estúdio em Zurique, onde passa a produzir esculturas e projetos arquitetônicos.

Max BillPara ganhar dinheiro, no início, trabalha em publicidade. De 1932 a 1936 participa do grupo Abstraction-Création, em Paris. Começa a desenvolver a partir daí seu trabalho de arte concreta. Baseia-se no uso de fórmulas matemáticas para compor obras de arte, literalmente.

Em 1941, em visita ao Brasil e à Argentina, difunde o conceito de arte concreta. Depois de 1944 torna-se designer de móveis e objetos. No final da carreira, divide o tempo entre a produção artística e gráfica e a atividade de professor de desenho. Morre em Berlim.