Pianista paulista (28/2/1894-7/3/1979). Uma das mais importantes instrumentistas de sua geração, foi a primeira brasileira a consolidar uma carreira de prestígio internacional. Guiomar Novaes Pinto nasce na cidade de São Jo&atiPressione TAB e depois F para ouvir o conteúdo principal desta tela. Para pular essa leitura pressione TAB e depois F. Para pausar a leitura pressione D (primeira tecla à esquerda do F), para continuar pressione G (primeira tecla à direita do F). Para ir ao menu principal pressione a tecla J e depois F. Pressione F para ouvir essa instrução novamente.

Título do artigo: Guiomar Novaes

por:

Pianista paulista (28/2/1894-7/3/1979). Uma das mais importantes instrumentistas de sua geração, foi a primeira brasileira a consolidar uma carreira de prestígio internacional. Guiomar Novaes Pinto nasce na cidade de São João da Boa Vista e, com 4 anos, morando em Campinas, aprende a tocar piano com as irmãs mais velhas.

Aos 7, em São Paulo, começa a estudar música com Luigi Chiaffarelli e em 1908 estréia como profissional, no Rio de Janeiro. Consegue uma bolsa do governo de São Paulo para continuar os estudos em Paris. Na França, obtém o primeiro lugar no concurso de admissão do Conservatório Nacional de Música, dirigido por Gabriel Fauré.

Guiomar Novaes Aluna de Isidor Philipp, faz sua primeira apresentação europeia em 1911, com um recital na sala Érard, em Paris. Quatro anos depois toca nos Estados Unidos, país no qual, no decorrer de quase 70 anos de carreira, faz mais de 500 espetáculos, sempre com sucesso de crítica e público.

Famosa como intérprete de compositores românticos, em especial Chopin, preocupa-se também com a divulgação da música brasileira, particularmente de Heitor Villa-Lobos. Em 1963 representa a América Latina na comemoração do 15º aniversário da Declaração dos Direitos do Homem, promovida pela ONU (Organização das Nações Unidas). Morre em São Paulo.