Cartunista norte-americano (1945-). Nasce em Indiana e passa a infância numa fazenda em companhia de 25 gatos, o que mais tarde o influencia na criação de seu mais famoso personagem, o gato Garfield. Desde criança gosta de desenPressione TAB e depois F para ouvir o conteúdo principal desta tela. Para pular essa leitura pressione TAB e depois F. Para pausar a leitura pressione D (primeira tecla à esquerda do F), para continuar pressione G (primeira tecla à direita do F). Para ir ao menu principal pressione a tecla J e depois F. Pressione F para ouvir essa instrução novamente.

Título do artigo: Jim Davis

por:

Cartunista norte-americano (1945-). Nasce em Indiana e passa a infância numa fazenda em companhia de 25 gatos, o que mais tarde o influencia na criação de seu mais famoso personagem, o gato Garfield. Desde criança gosta de desenhar.

Forma-se pela Ball State University e começa a trabalhar em publicidade. Em 1969 cria a primeira história em quadrinhos e a publica num jornal de sua cidade. O novo personagem, o inseto Gnorm Gnat, não alcança grande êxito, mas mesmo assim dura cinco anos.

Percebe que há no mercado muitas tiras sobre cães e poucas sobre gatos e resolve investir nos felinos, criando em 1978 o personagem que lhe traz sucesso: Garfield, um gato gordo, preguiçoso e egoísta. O desenho logo se torna um fenômeno. As tiras com as aventuras de Garfield são publicadas em mais de 2,4 mil jornais em todo o mundo.

Jim Davis Em 1983, Davis recebe o prêmio oferecido pela National Cartoonists Society, dos Estados Unidos (EUA), para a melhor tira humorística. Suas histórias são traduzidas em 26 idiomas.

No mesmo ano, os dois desenhos animados de Garfield produzidos para a televisão ganham um Emmy, prêmio considerado o Oscar da TV americana. Depois de casado, Davis não cria mais gatos, pois sua mulher, Carolyn, é alérgica a eles. Garfield, porém, faz sucesso até hoje.