Escritor fluminense (12/4/1863-25/12/1895). Possuidor de uma visão crítica de seu tempo, é autor de O Ateneu, uma das obras-prima...Pressione TAB e depois F para ouvir o conteúdo principal desta tela. Para pular essa leitura pressione TAB e depois F. Para pausar a leitura pressione D (primeira tecla à esquerda do F), para continuar pressione G (primeira tecla à direita do F). Para ir ao menu principal pressione a tecla J e depois F. Pressione F para ouvir essa instrução novamente.
Título do artigo:

Raul Pompéia

97

por:

Escritor fluminense (12/4/1863-25/12/1895). Possuidor de uma visão crítica de seu tempo, é autor de O Ateneu, uma das obras-primas do naturalismo na literatura brasileira. Raul d''Ávila Pompéia nasce em Angra dos Reis. Aos 10 anos, muda-se com a família para a cidade do Rio de Janeiro.

Em 1880, então com 17, publica o primeiro romance. A obra Uma Tragédia no Amazonas já mostra traços do temperamento angustiado do autor, presente em outras novelas. No ano seguinte começa a estudar direito em São Paulo e a participar dos movimentos abolicionista e republicano.

Raul PompéiaEm 1885 transfere-se para a Faculdade de Direito do Recife, onde termina o curso. De volta ao Rio de Janeiro, publica em série, na Gazeta de Notícias, o romance O Ateneu, sua obra mais importante. Após a proclamação da República, continua com as atividades políticas, ao mesmo tempo que leciona mitologia na Escola Nacional de Belas-Artes.

Nomeado diretor da Biblioteca Nacional em 1894, é exonerado no ano seguinte, após realizar uma oração fúnebre no túmulo de Floriano Peixoto, na qual criticava o então presidente, Prudente de Moraes. Suicida-se no Rio de Janeiro na noite de Natal. É o patrono da cadeira 33 da Academia Brasileira de Letras.