Considerando que a utilização de uma terminologia homogênea simplifica o entendimento e facilita a comunicação, iremos definir a seguir alguns termos contábeis. 1.1 Gasto SPressione TAB e depois F para ouvir o conteúdo principal desta tela. Para pular essa leitura pressione TAB e depois F. Para pausar a leitura pressione D (primeira tecla à esquerda do F), para continuar pressione G (primeira tecla à direita do F). Para ir ao menu principal pressione a tecla J e depois F. Pressione F para ouvir essa instrução novamente.

Título do artigo: Regimes Contábeis: Terminologia Contábil

por:

Considerando que a utilização de uma terminologia homogênea simplifica o entendimento e facilita a comunicação, iremos definir a seguir alguns termos contábeis.

1.1 Gasto
Sacrifício financeiro com que a entidade arca para a obtenção de um produto ou serviço qualquer, sacrifício esse representado por entrega ou promessa de entrega de ativos (normalmente em dinheiro).

1.2 Desembolso

Pagamento resultante da aquisição do bem ou serviço. Pode ocorrer antes, durante ou após a entrada da utilidade comprada, portanto defasada ou não do gasto.

1.3 Investimento
Gasto ativado em função da vida útil do bem adquirido ou dos benefícios que poderá gerar no futuro.

1.4 Despesa

Bem ou serviço consumidos direta ou indiretamente pare a obtenção de receitas. Classificam-se em operacionais e não-operacionais.

1.4.1 Despesas Operacionais

São os gastos necessários à manutenção da atividade da empresa.

1.4.2 Despesas Não-Operacionais

São as decorrentes das transações não incluídas nas atividades principais ou acessórias da empresa.

1.5 Receita

Entrada de elementos pare o ativo sob a forma de dinheiro ou de direitos a receber, correspondente normalmente a venda de bens ou serviços. Classificam-se em operacionais e não-operacionais.

1.5.1 Receitas Operacionais

São as receitas provenientes do objeto de exploração da empresa, e classificam-se em: Receita da Atividade Técnica ou Principal e Receita Acessória ou Complementar.

a. Receita Técnica ou Principal

Diz respeito à atividade principal da empresa como, por exemplo, a venda produtos, mercadorias ou serviços.

b. Receita Acessória ou Complementar

Normalmente decorrem da receita da atividade principal, e representam rendimentos complementares.

1.5.2 Receita Não-Operacionais

São ingressos provenientes de transações (atípicas ou extraordinárias) não incluídas nas atividades principais ou acessórias da empresa.

1.6 Perda

Consumo de bens ou serviços de forma anormal e/ou involuntária. Pode, também, ser entendida como o resultado líquido desfavorável resultante de transações ou eventos não relacionados as operações normais da empresa.

1.7 Ganho

Resultado liquido favorável resultante de transações ou eventos não relacionados as operações normais da entidade.

1.8 Lucro/Prejuízo

Diferença positiva negativa entre receita e despesa ganhas e perdas.

1.9 Custeio

Métodos para a apropriação dos custos ao produto.

1.10 Custo

Gasto relativo a bem ou serviço utilizado (consumido) na produção de outros bens ou serviços.

1.11 Quadro Sinótico de Classificação de Despesas e Receitas

Quadro Sinótico de Classificação de Despesas e Receitas



Fonte:
Professores André e Biu