Dramaturgo e escritor russo (17/1/1860-2/7/1904). É considerado um dos principais representantes do realismo. Nascido em Taganrog, porto do mar de Azov, Antón Pávlovitch Tchékhov recebe educação tradicional, baseaPressione TAB e depois F para ouvir o conteúdo principal desta tela. Para pular essa leitura pressione TAB e depois F. Para pausar a leitura pressione D (primeira tecla à esquerda do F), para continuar pressione G (primeira tecla à direita do F). Para ir ao menu principal pressione a tecla J e depois F. Pressione F para ouvir essa instrução novamente.

Título do artigo: Antón Tchékhov

por:

Dramaturgo e escritor russo (17/1/1860-2/7/1904). É considerado um dos principais representantes do realismo. Nascido em Taganrog, porto do mar de Azov, Antón Pávlovitch Tchékhov recebe educação tradicional, baseada nos clássicos gregos e latinos.

Acaba sentindo aversão por essa literatura. Com a falência da família, dá aula particular para pagar os últimos anos de colégio. Em 1876 escreve histórias humorísticas para um jornal da cidade natal. Em 1879 vai para Moscou estudar medicina.

Antón Tchékhov Faz estágios em hospitais e publica seu primeiro livro de contos, Narrativas Coloridas, em 1886. Seus volumes de contos, como Palavras Inocentes (1887) e Histórias (1889), estão entre as obras-primas do gênero. Mostram o cotidiano do povo e rompem com a tradição da narrativa literária russa do século XIX.

No teatro sua colaboração com o diretor Konstantin Stanislávski, do Teatro de Arte de Moscou, resulta em montagens antológicas, como A Gaivota (1898), Tio Vânia (1899) e As Três Irmãs (1901), responsáveis pela divulgação de sua obra por toda a Europa. Em 1897 contrai tuberculose e muda-se para a Criméia. Morre em uma clínica de repouso na cidade de Badenweiler, na Alemanha.