Dramaturgo, romancista e contista italiano (28/6/1867-10/12/1936). É um dos mais importantes e inovadores autores do teatro moderno. Suas peças fazem uma análise psicológica da natureza humana, baseando-se na obra de Sigmund FrPressione TAB e depois F para ouvir o conteúdo principal desta tela. Para pular essa leitura pressione TAB e depois F. Para pausar a leitura pressione D (primeira tecla à esquerda do F), para continuar pressione G (primeira tecla à direita do F). Para ir ao menu principal pressione a tecla J e depois F. Pressione F para ouvir essa instrução novamente.

Título do artigo: Luigi Pirandello

por:

Dramaturgo, romancista e contista italiano (28/6/1867-10/12/1936). É um dos mais importantes e inovadores autores do teatro moderno. Suas peças fazem uma análise psicológica da natureza humana, baseando-se na obra de Sigmund Freud e de Alfred Binet.

Nasce em Agrigento, na Sicília. Estuda na Universidade de Roma e especializa-se em filologia na Universidade de Bonn, Alemanha. Volta à Itália e, alguns anos depois, enfrenta problemas financeiros que levam sua mulher à loucura. Passa a dar aulas de italiano e escreve o primeiro romance de sucesso, O Falecido Mattia Pascal (1904), cuja principal influência é o realismo dos escritores italianos do século XIX.

Luigi PirandelloEm Os Velhos e os Jovens (1913), critica a decadente burguesia italiana. Para o teatro, o primeiro sucesso é Assim É Se Lhe Parece, de 1917. Em 1921 inaugura a estética do teatro dentro do teatro com Seis Personagens à Procura de um Autor, tida como sua principal peça.

Outro sucesso é Henrique IV, de 1922, em que a loucura aparece camuflada sob a aparência de normalidade. Ganha o Prêmio Nobel de Literatura em 1934, dois anos antes de morrer, em Roma.