Células-Tronco

Marcello Vieira Lasneaux

por:

sobre: Biologia

O tronco. Um órgão vegetal que, normalmente, ramifica dando folhas, podendo ainda dar flores e frutos. Células-tronco. Células indiferenciadas que podem se desenvolver em vários tipos celulares, 216 tipos na espécie humana. Esperança para o tratamento de muitos pacientes, motivo de debate para muitos segmentos sociais.

As células-tronco podem ser divididas em dois tipos: as embrionárias e as adultas.

(I) As CTE (células-tronco embrionárias)

IlustraçãoCélulas obtidas da fase embrionária de uma espécie. No caso da espécie humana, qualquer célula obtida do embrião, fase de até 8 semanas do desenvolvimento. A obtenção hoje dessas células é feita essencialmente a partir de embriões congelados em estoque nas clínicas de fertilização in vitro. Inclusive no Brasil, já existe autorização legal para a utilização para fins de pesquisa sobre esse tipo celular, conforme a Lei de Biossegurança (2005) criada e aprovada no Congresso Nacional, assinada pelo atual presidente da república, Sr. Luis Inácio Lula da Silva e mantido na íntegra pelos ministros do Supremo Tribunal Federal nesse ano.

Há outras formas de obtenção mas ainda são hipóteses e formas recém-criadas. A clonagem terapêutica seria uma delas mas ainda não foi conseguida. Alguns pesquisadores já obtiveram as células-tronco com a técnica de diagnóstico pré-implantacional, técnica em que uma célula é extraída do embrião sem danos para ele. Essa célula removida é multiplicada em meio de cultura apropriado. Recentemente, um grupo japonês e outro norte-americano conseguiu obter as IPS ("células-tronco de pluripotência induzida"), a partir de células somáticas de pacientes.  

A vantagem das CTEs é sua versatilidade. Elas podem virar qualquer tipo celular corporal, sendo chamadas de pluripotentes. A desvantagem é o seu controle. Ainda não foram usadas no tratamento humano porque ao invés de desenvolverem em tipos celulares de interesse, tornam-se tumores.

 

(II) As CTAs (células-tronco adultas)

São células-tronco obtidas do indivíduo a partir da nona semana gestacional. Incluem como fontes: medula óssea, tecido adiposo, teto do epitélio olfatório, cordão umbilical e sangue de recém-nascido. Essas células apresentam menor potencial de diferenciação, sendo chamadas de multipotentes. Entretanto, todos os tratamentos em seres humanos conhecidos com células-tronco são realizados com esse tipo celular.

Originalmente publicado no blog http://lasneaux.blogspot.com


Últimas Notícias

Unicamp divulga lista de convocados em primeira chamada no vestibular 2015

Unicamp divulga lista de convocados em primeira chamada no vestibular 2015

Segunda, 02/02/15
Convocados deverão realizar a matrícula não presencial entre os dias 3 e 4 de fe... mais »
MEC divulga a primeira chamada de aprovados no Prouni 2015

MEC divulga a primeira chamada de aprovados no Prouni 2015

Segunda, 02/02/15
O Ministério da Educação (MEC) divulgou hoje (2) o resultado da primeira chamada... mais »
Selecionados no Sisu podem fazer matrícula a partir de hoje (30/01)

Selecionados no Sisu podem fazer matrícula a partir de hoje (30/01)

Sexta, 30/01/15
A partir de hoje (30), os candidatos selecionados no Sistema de Seleção Unificad... mais »

Publique seu artigo

Utilize o espaço que o Algo Sobre disponibiliza para você professor, jornalista ou estudante divulgar seu trabalho com publicações no site.

Enviar agora