A Marinha do Brasil lançou o edital do processo seletivo para Oficiais Temporários de 2ª Classe da Reserva da Marinha (RM2), totalizando cerca de 4...Pressione TAB e depois F para ouvir o conteúdo principal desta tela. Para pular essa leitura pressione TAB e depois F. Para pausar a leitura pressione D (primeira tecla à esquerda do F), para continuar pressione G (primeira tecla à direita do F). Para ir ao menu principal pressione a tecla J e depois F. Pressione F para ouvir essa instrução novamente.
Título do artigo:

Marinha abre concurso para preencher 450 vagas de nível superior

223

por:

A Marinha do Brasil lançou o edital do processo seletivo para Oficiais Temporários de 2ª Classe da Reserva da Marinha (RM2), totalizando cerca de 450 vagas de ensino superior em diversas áreas, tais como Saúde, Humanas e Exatas. As inscrições ficarão abertas até o dia 11 de novembro. Os interessados devem ter mais de 18 anos e menos de 45, em 2017.

As oportunidades estão distribuídas pelos nove Distritos Navais, sendo a maior parte para o 1º Distrito Naval, com 273 vagas, abrangendo Rio de Janeiro, Espírito Santo e parte de Minas Gerais. Os oficiais temporários vão servir em um dos estados englobados pelo Distrito Naval escolhido e o contrato é renovado a cada ano, podendo chegar até oito anos.

Ilustração Marinha do Brasil

Como participar

Os interessados devem acessar o site e clicar em “Serviço Militar Voluntário”, escolher o Distrito Naval para o qual desejam concorrer e acessar o link de inscrição. A taxa é de R$55,00.

Como será feito o processo seletivo

Os candidatos farão uma prova com 50 questões objetivas divididas em Língua Portuguesa (25) e Formação Militar-Naval (25). Para os médicos, serão 25 questões de Português e 25 de Conhecimentos Profissionais. A prova para todos os candidatos está prevista para 8 de janeiro. A bibliografia está indicada no aviso de convocação. Após essa etapa, ainda haverá verificação de dados biográficos, inspeção de saúde, prova de títulos, verificação documental, designação à incorporação e incorporação.

Leia mais no Extra