Sidney Sheldon (Chicago, 11 de Fevereiro de 1917 — Los Angeles, 30 de Janeiro de 2007). Como seu pai era um vendedor que viajava com frequ&ecir...Pressione TAB e depois F para ouvir o conteúdo principal desta tela. Para pular essa leitura pressione TAB e depois F. Para pausar a leitura pressione D (primeira tecla à esquerda do F), para continuar pressione G (primeira tecla à direita do F). Para ir ao menu principal pressione a tecla J e depois F. Pressione F para ouvir essa instrução novamente.
Título do artigo:

Sidney Sheldon

97

por:

Sidney Sheldon (Chicago, 11 de Fevereiro de 1917 — Los Angeles, 30 de Janeiro de 2007). Como seu pai era um vendedor que viajava com frequência, Sidney morou em várias cidades. Segundo ele, isso o transformou em uma pessoa tímida e um pouco solitária. Aos 12 anos, escreveu sua primeira peça, que ele também produziu, dirigiu e estrelou. Frequentou a Northwestern University, em Chicago, aonde participava ativamente de debates.

Depois de terminar a faculdade, aos 22 anos, Sidney Sheldon se mudou para Hollywood com a esperança de entrar no show bussiness. Ele escreveu alguns roteiros e enviou para diversos estúdios, e só não obteve resposta de um deles.Começou a trabalhar até que chegou aos estúdios 20th Century-Fox, onde impressionou a todos com seu talento e logo conseguiu um emprego de roteirista.

Sidney SheldonEscreveu diversos filmes de sucesso, até chegar a TV onde produziu “The Patty Duke Show” em 1963. Essa série fez muito sucesso e durou 3 anos. A partir daí, Sidney adquiriu experiência para a sua grande obra televisiva: "Jeannie É Um Gênio". Depois, ele ainda criou duas outras séries: "Nancy", nos anos 70, e "Hart to Hart", nos anos 80.

Sidney Sheldon conta que enquanto trabalhava na TV, ele não tinha a menor vontade de escrever um livro. Ele nem se achava capaz de fazer isso. Mas, em 1969, algumas ideias começaram a surgir em sua mente, e ele acabou escrevendo seu primeiro livro, "The Naked Face". Hoje ele diz que adora escrever livros pois não há colaboradores, e ele pode fazer tudo exatamente do jeito que quer.

"Ninguém sabe de onde vem a inspiração," ele fala. "Eu acho que a criatividade é um dom. Nós devemos trabalhar muito para desenvolvê-lo."

Pelos seus trabalhos como escritor, ele recebeu um Oscar (por "The Bachelor and The Bobby-Soxer"), um prêmio Tony (de teatro) e uma indicação para o Emmy pelo seu trabalho em "Jeannie". Oito de seus livros se transformaram em minisséries de sucesso nos EUA.

Sua atitude em relação à vida é simples: "As pessoas geralmente são negativas e sem coragem. Lembre-se disso: Nada pode impedi-lo quando você estabelece um objetivo. Ninguém pode impedi-lo, a não ser você mesmo. Eu acredito nisso."

Sidney Sheldon já vendeu mais de 275 milhões de livros em todo o mundo. É o único escritor que recebeu três dos mais cobiçados prêmios da indústria cultural americana: o Oscar (cinema), o Tony (teatro) e o Edgar (literatura de suspense). É atualmente o autor mais traduzido em todo o planeta.



Fonte:
http://www.paralerepensar.com.br/s_sheldon.htm